Espinosa, meu éden

Espinosa, meu éden

quarta-feira, 22 de novembro de 2017

1859 - MMA em Montes Claros

Na noite deste sábado de feriado prolongado, as instalações do ginásio de esportes da AABB Montes Claros, normalmente utilizadas para a prática do futsal, vôlei e badminton, foram tomadas pelos aficionados pelos combates de lutas marciais mistas, o MMA.
Na quarta edição do evento Fight Club MMA em Montes Claros, foram realizadas 16 lutas em várias categorias, 3 delas de muay thai e outras 13 de MMA. Além dos lutadores de Montes Claros, competiram atletas de Manhuaçu, Januária, Juiz de Fora e Brejetuba, no Espírito Santo. Uma das lutas mais esperadas da noite era o confronto entre as mulheres, a montes-clarense Leila Barbosa e a juiz-forana Cheyen Gaspar, na categoria peso-mosca até 57 kg.
Este foi o card de lutas da noite, com os vencedores em negrito:

Muay Thai
Alisson Fernandes x Cícero Tambaia (57 kg) - Nocaute técnico
Rogério Pimenta x Paulo Júnior (57 kg) - Nocaute técnico
Bruno Fernandes x Neemias Santana (77 kg) - Nocaute técnico

Card Preliminar
Alan Gomes x Alan Oliveira (67 kg) - Nocaute técnico
Diego Maradona x Geanderson Silva (84 kg) - Nocaute técnico
Felipe Martelo x Felipe Banha (66 kg) - Nocaute técnico
Pedro "Macaco Loko" x Hyago Pereira (57 kg) - Desistência
Charles Henrique x Marcos Antônio (57 kg) - Nocaute técnico
Júnior Veloso x Bruno Rocha (84 kg) - Desistência
Filipi Gusmão x Danilo Rocha (66 kg) - Nocaute técnico
Matheus Moura x Bruno Mendes (92 kg) - Chave de braço

Card Principal
Vagner Destroyer x Dedé (70 kg) - Nocaute técnico
Sílvio Aroeira x Romário Arides (61 kg) - Guilhotina
Thiago Carrasco x Maksuel Baiano (61 kg) - Decisão dividida
Leila Barbosa x Cheyen Gaspar (57 kg) - Empate
Wkayron Galdino x Daniel Siqueira (66 kg) - Disputa de cinturão - Nocaute técnico




Foi a minha primeira experiência em acompanhar "in loco" um evento de MMA. Acompanho com grande interesse, pela TV, as competições de MMA pelo planeta, em geral aquelas promovidas pelo UFC e Bellator. E fiquei bastante impressionado com a estrutura montada pela organização do evento Fight  Club na AABB. Octógono bem montado, espetacular jogo de luzes, belas ring girls, competente anunciador dos combates, ótima aparelhagem de som, música pesada, assentos disponíveis, bares sortidos, torcida animada, grande presença feminina, tudo muito bonito e organizado. Mas o que deixou a desejar foi o enorme atraso no início do evento, marcado para começar às 19h30, mas que só teve a primeira luta por volta das 10h30.
Ali pelas 21 horas começou a apresentação dos atletas e só muito depois é que realmente teve início a primeira das 16 lutas do card. Assisti a boas lutas, com muitos nocautes técnicos e duas desistências um tanto inexplicáveis para um leigo como eu. Quando o locutor anunciou um intervalo, dei-me conta da hora e desanimei. Era 1 hora da matina já e ainda faltavam umas 5 ou 6 lutas. Pensando em acordar cedo no mesmo dia de domingo para poder bater uma bolinha na mesma AABB, resolvi ir para casa naquele mesmo instante. E decidido, me mandei. Nos dias seguintes, pesquisei na Internet e com muita dificuldade consegui encontrar alguma mínima informação sobre o evento, como os resultados das lutas. 
De qualquer maneira, com toda a demora para começar, valeu a experiência de ver ao vivo e a cores, muitas cores, os ferrenhos embates entre os lutadores das artes marciais mistas. 
Um grande abraço espinosense.


domingo, 19 de novembro de 2017

1858 - Música na sexta

Sexta-feira é dia de diversão. Após um longo e árduo dia de trabalho (ou não), aquela saída à noite à procura do relaxamento físico e mental é sagrada. E se esse relax vier acompanhado de uma boa e cativante música, melhor ainda. Pois foi o que me aconteceu na noite desta sexta-feira, 17 de novembro. 
Dentro do programa musical "Instrumental do Sertão", evento criado em conjunto pelo Ministério da Cultura e o Banco do Nordeste do Brasil, apresentaram-se gratuitamente na Praça Wanderley Fagundes, no Bairro Todos os Santos, os talentosos músicos do Quarteto Sopro Maior e do Quarteto Mecenas Jazz. 
Entre as 19 e 21 horas, os dois grupos montes-clarenses de música instrumental apresentaram composições próprias e de compositores consagrados, agradando em cheio o pequeno contingente de espectadores, mesmo com algum barulho causado pelos skatistas que se exercitavam na pista ao lado do palco. 
Foi a primeira apresentação do projeto "Instrumental do Sertão" em Montes Claros, que irá se estender até o dia 26 de novembro, levando música de qualidade gratuitamente à população, em performances nas praças da cidade. Confira as datas e locais dos futuros shows:


Para complementar a noite musical, uma apresentação da cantora Aninha na Pettiscus Petiscaria, com performances de grandes e lindas canções da rica música popular brasileira em boa companhia. Música é sempre uma coisa maravilhosa que nos faz jornadear pelos sentimentos de paz e serenidade inclusive nas sextas-feiras da vida. 
Um grande abraço espinosense. 


quinta-feira, 16 de novembro de 2017

1857 - Não falta mais ninguém para a festa mundial do futebol

Fechou o grupo. Agora ninguém mais entra na lista dos 32 privilegiados países que irão participar da maior festa do futebol mundial, desta vez em terras russas, no período de 14 de junho a 15 de julho de 2018.
Em evento a ser realizado em Moscou no próximo dia 1º de dezembro, serão sorteadas as equipes para a formação dos grupos para a disputa da vigésima primeira edição da mais importante competição esportiva do planeta, a Copa do Mundo de Seleções. 
Pela primeira vez, a FIFA utilizará seu ranking como base para sortear as equipes nos grupos, conforme posição divulgada em 16 de outubro deste ano. As primeiras seleções colocadas no ranking integrarão o pote 1, além do país sede, a Rússia. São elas: Rússia, Alemanha, Brasil, Portugal, Argentina, Bélgica, Polônia e França. No pote 2 estarão Espanha, Peru, Suíça, Inglaterra, Colômbia, México, Uruguai e Croácia. No pote 3 estarão Dinamarca, Islândia, Costa Rica, Suécia, Tunísia, Egito, Senegal e Irã. Finalmente, as seleções da Sérvia, Nigéria, Austrália, Japão, Marrocos, Panamá, Coreia do Sul e Arábia Saudita farão parte do pote de nº 4. 
Para receber os jogos, serão utilizados estádios em onze cidades-sede, quais sejam Moscou, São Petersburgo, Sóchi, Kaliningrado, Rostov do Don, Ecaterimburgo, Níjni Novgorod, Cazã, Saransk, Samara e Volgogrado.
Participarão da Copa do Mundo da Rússia 14 seleções da Europa, 5 da América do Sul, 3 da América Central, 5 da África e outras 5 da Ásia.

Europa - 14 equipes:
1) Alemanha
2) Bélgica
3) Croácia
4) Dinamarca
5) Espanha 
6) França
7) Inglaterra
8) Islândia
9) Polônia
10) Portugal
11) Rússia
12) Sérvia
13) Suíça
14) Suécia

América do Sul - 5 equipes:
1) Argentina
2) Brasil
3) Colômbia
4) Peru
5) Uruguai

América Central - 3 equipes:
1) Costa Rica
2) México
3) Panamá

África - 5 equipes:
1) Egito
2) Marrocos
3) Nigéria
4) Senegal
5) Tunísia

Ásia - 5 equipes:
1) Arábia Saudita
2) Austrália
3) Coreia do Sul
4) Irã
5) Japão

A primeira seleção a se classificar foi a brasileira. A Rússia, por sediar o evento, já estava automaticamente classificada. A última seleção a conseguir o passaporte para a festa maior do futebol mundial foi a do Peru, após vencer a Nova Zelândia e acabar com uma espera de 36 anos sem disputar uma Copa.

Seleção da Rússia

Seleção do Peru

As seleções estarão assim distribuídas para o sorteio de 1º de dezembro:
POTE 1:
Pontos - Seleção
Sede - Rússia
1631 - Alemanha
1619 - Brasil
1446 - Portugal
1445 - Argentina
1333 - Bélgica
1323 - Polônia
1226 - França

POTE 2:
1218 - Espanha
1160 - Peru
1135 - Suíça
1116 - Inglaterra
1095 - Colômbia
1060 - México
1034 - Uruguai
1013 - Croácia

POTE 3:
1001 - Dinamarca
920 - Islândia
914 - Costa Rica
872 - Suécia
834 - Tunísia
818 - Egito
815 - Senegal
784 - Irã

POTE 4:
748 - Sérvia
721 - Nigéria
714 - Austrália
711 - Japão
680 - Marrocos
670 - Panamá
588 - Coreia do Sul
576 - Arábia Saudita

O tempo passa tão rápido! Parece que foi ontem que levamos aquele passeio da Alemanha no Mineirão, durante a Copa do Mundo aqui no Brasil, com aquele placar inacreditável de 7 x 1 contra nossa seleção. Mas foi mesmo em 8 de julho de 2014, quase quatro anos atrás. Ano que vem, que já está chegando, teremos mais uma disputa de Copa do Mundo. Como sempre acontece, nossa seleção está entre as favoritas ao título. França e Alemanha são outras com potencial para se tornar campeãs mundiais. É aguardar e torcer para mais uma conquista dos nossos jogadores, agora sob o comando do treinador Tite.
Um grande abraço espinosense.


segunda-feira, 13 de novembro de 2017

1856 - A festa da JERAB 2017 em Montes Claros

Anualmente, a Fenabb - Federação Nacional das AABB, realiza competições esportivas entre as suas filiadas para promover a prática esportiva e a confraternização dos funcionários do Banco do Brasil, demais associados e suas comunidades. Esses eventos, chamados de jornada, são realizados por regiões até a fase nacional, com a participação das AABB de melhores desempenhos. Assim, desde setembro estão sendo promovidas, em várias partes do país, as JERAB - Jornadas Regionais de AABB Edição 2017, conforme mostrado abaixo.


Na Região Sudeste, a JERAB 2017 teve como sede a AABB Montes Claros, nos dias 11 e 12 de novembro. O clube recebeu neste final de semana cerca de 500 atletas dos estados de Minas Gerais, São Paulo, Rio de Janeiro e Espírito Santo para participar do evento em várias modalidades esportivas como Buraco, Sinuca, Truco, Futevôlei, Vôlei, Vôlei de Areia, Tênis, Tênis de Mesa, Futebol de Salão, Futebol Society e Xadrez.  




Entre tantos confrontos nas mais diversas modalidades esportivas, algumas debaixo da bendita  chuva que tanto precisamos, imperaram a vontade de vencer, a boa qualidade técnica dos atletas, a boa convivência e o respeito entre os participantes e torcedores e, em alguns casos isolados, nervos à flor da pele e tensão entre jogadores e árbitros na busca ferrenha das vitórias, com o desfecho sempre acontecendo em bom entendimento e harmonia.
Terminada a jornada esportiva, a AABB Montes Claros saiu vitoriosa e levantou o troféu de campeão em quatro modalidades: Futebol Society Master, Futebol Society Adulto, Vôlei de Areia Masculino e Vôlei de Areia 4 x 4 Misto. 




Merece fartos elogios a direção da AABB Montes Claros. O presidente Mauro de Almeida Rodrigues e sua equipe de diretores, funcionários e colaboradores voluntários, merecem aplausos e reconhecimento pela montagem, organização e administração da estrutura gigantesca montada no clube para receber tanta gente com conforto e atenção.
Para completar o ambiente harmonioso do clube durante os jogos, ocorreu especialmente para mim o feliz reencontro com um velho amigo e colega de trabalho, Veraldino Josias Jorge, o Dino. Trabalhamos por algum bom tempo na agência de Espinosa, onde tornamo-nos amigos durante essas mesmas competições abebeanas, jogando futebol de salão por cidades as mais diversas, inclusive aqui em Montes Claros, onde nos sagramos campeões regionais por duas vezes em 1982 e 1985.       
Mais que uma oportunidade de praticar ou assistir ao esporte em geral, os jogos entre as AABB nos proporcionam momentos de muita harmonia, alegria, gratificantes encontros e reencontros com os colegas, amigos e companheiros de pelada e o estabelecimentos de novas amizades. Que assim continue!
Um grande abraço espinosense.




Algumas participações da AABB Montes Claros na JERAB 2017:

Voleibol de Areia 4 x 4 Misto: - Montes Claros Campeão
- Montes Claros 2 x 0 Vila Velha (ES) - 21/15 - 21/19
- Montes Claros 2 x 0 São Paulo (SP) - 21/08 - 21/12
- Montes Claros 2 x 0 Unaí (MG) - 21/18 - 21/12

Voleibol de Areia Masculino: - Montes Claros Campeão
- Montes Claros 2 x 0 São Paulo (SP) - 21/16 - 21/14
- Montes Claros 2 x 0 Itaúna (MG) - 21/14 - 21/12
- Montes Claros 2 x 1 Aracruz (ES) - 21/15 - 15/21 e 15/11
Dupla: Jomerson Antunes Alves e Wagner Ferreira de Barros

Futebol de Salão: - Uberlândia Campeão
- Montes Claros 5 x 2 Aracruz (ES)
- Montes Claros 5 x 5 Junqueirópolis (SP)
- Montes Claros 1 x 8 Uberlândia (MG)
Artilheiro: Thiago (Uberlândia-MG) - 6 gols

Futebol Society Supermaster: - Belo Horizonte Campeão
- Montes Claros 7 x 0 Niterói (RJ)
- Montes Claros 9 x 2 Guaçuí (ES)
- Montes Claros 1 x 2 Belo Horizonte (MG)
Artilheiro: Silvano (Montes Claros-MG) - 6 gols

Futebol Society Master: - Montes Claros Campeão
- Montes Claros 2 x 1 Ribeirão Preto (SP)
- Montes Claros 2 x 2 Ribeirão Preto (SP)
- Montes Claros 1 x 0 Montanha (ES)
Artilheiros: Jean Carlos e Charles Hebert (Montanha-ES) - 3 gols

Futebol Society Adulto: - Montes Claros Campeão
- Montes Claros 3 x 1 Rancharia (SP)
- Montes Claros 3 x 2 Alegre (ES)
- Montes Claros 1 x 0 Unaí (MG)
Artilheiros: Túlio (Unaí-MG) e Júneo César (Montes Claros-MG) - 2 gols




AABB participantes da JERAB 2017 e suas participações nas modalidades esportivas:

De Minas Gerais:
- Belo Horizonte (Society, Tênis, Tênis de Mesa, Vôlei e Vôlei de Areia)
- Betim (Xadrez)
- Curvelo (Futevôlei)
- Divinópolis (Tênis de Mesa)
- Itaúna (Vôlei de Areia)
- Jequitinhonha (Sinuca)
- Montes Claros (Buraco, Futebol de Salão, Futevôlei, Sinuca, Society, Tênis, Tênis de Mesa, Truco, Vôlei de Areia, Vôlei de Areia 4 x 4 Misto e Xadrez)
- Pará de Minas (Sinuca)
- Patos de Minas (Truco)
- Pitangui (Buraco)
- Teófilo Otoni (Society e Xadrez)
- Uberlândia (Futebol de Salão)
- Unaí (Society, Tênis de Mesa e Vôlei de Areia 4 x 4 Misto)

Do Espírito Santo:
- Alegre (Society e Sinuca)
- Aracruz (Futebol de Salão, Vôlei de Areia e Xadrez)
- Castelo (Xadrez)
- Colatina (Tênis de Mesa)
- Guaçuí (Buraco e Society)
- Linhares (Tênis de Mesa)
- Montanha (Futevôlei, Society e Vôlei de Areia)
- São Gabriel da Palha (Tênis e Vôlei de Quadra)
- Vila Velha (Sinuca e Vôlei de Areia 4 x 4 Misto)

De São Paulo:
- Atibaia (Vôlei de Quadra)
- Junqueirópolis (Futebol de Salão, Tênis de Mesa e Vôlei de Areia)
- Limeira (Sinuca e Tênis)
- Rancharia (Society)
- Ribeirão Preto (Futevôlei, Tênis, Tênis de Mesa, Society e Xadrez)
- São Paulo (Sinuca, Tênis, Vôlei de Areia e Vôlei de Areia 4 x 4 Misto)
- Sumaré (Tênis de Mesa e Xadrez)
- Votuporanga (Society)

Do Rio de Janeiro:
- Campos dos Goytacazes (Sinuca)
- Itaperuna (Society, Tênis e Tênis de Mesa)
- Miracema (Buraco)
- Niterói (Society)
- Três Rios (Sinuca e Society)


sexta-feira, 10 de novembro de 2017

1855 - Amizade inusitada

O Natal está chegando e algumas empresas do mundo inteiro já começam a apresentar suas peças de marketing especialmente criadas para a ocasião, normalmente de grandes vendas e lucros.
Na nova propaganda da rede de departamentos britânica John Lewis, um garotinho chamado Joe ganha repentinamente um enorme amiguinho, que passa a viver escondido debaixo da cama em seu quarto. De tanto se divertir com o afável amigo monstrinho, o garoto passa a sentir enorme cansaço durante o dia, com o sono pesado comprometendo algumas tarefas diárias da escola e até no futebol. Até que no Natal ele recebe um presente brilhante que o auxiliará bastante para que tenha uma boa e relaxante noite de sono.
Não bastasse a fofura dos personagens, o vídeo é embalado pela linda canção dos Beatles, "Golden Slumbers", aqui interpretada maravilhosamente pela banda Elbow. Aos que ainda não conhecem a banda, a Elbow é um grupo britânico de rock alternativo formado por Guy Garvey (vocal e guitarra), Richard Jupp (bateria e percussão), Craig Potter (teclado e piano), Mark Potter (guitarra e backing vocal) e Pete Turner (baixo e backing vocal). Eles tocam juntos desde 1990 e já lançaram seis álbuns: "Asleep in the Back" (2001), "Cast of Thousands" (2003), "Leaders of the Free World" (2005), "The Seldom Seen Kid" (2008), "Build a Rocket Boys!" (2011) e "The Take Off and Landing of Everything" (2014).    
É na época do Natal que aparecem os melhores comerciais das empresas, sempre trazendo mensagens lindas de paz, harmonia e amor, sentimentos indispensáveis sempre, mas mais ainda nesses tempos de tamanha intolerância e ódio entre as pessoas.
Que apareçam outros comerciais com essa temática para nos fazer emocionar, sorrir e continuar tendo esperança em dias melhores neste nosso vasto e injusto mundo.
Um grande abraço espinosense. 


The Beatles
Golden Slumbers

Once there was a way, to get back homeward
Once there was a way, to get back home
Sleep pretty darling, do not cry
And I will sing a lullaby

Golden Slumbers fill your eyes
Smiles awake you when you rise
Sleep pretty darling, do not cry
And I will sing a lullaby

Once there was a way, to get back homeward
Once there was a way, to get back home
Sleep pretty darling, do not cry
And I will sing a lullaby


Sonhos Dourados
The Beatles

Certa vez havia um jeito de voltar para casa
Certa vez havia um jeito de voltar para casa
Durma, querida, não chore
E eu lhe cantarei uma canção de ninar

Sonhos dourados tomam conta dos seus olhos
Sorrisos te acordam quando você se levanta
Durma, querida, não chore
E eu lhe cantarei uma canção de ninar

Certa vez havia um jeito de voltar para casa
Certa vez havia um jeito de voltar para casa
Durma, querida, não chore
E eu lhe cantarei uma canção de ninar


terça-feira, 7 de novembro de 2017

1854 - Pedal e Ação promove novo desafio ciclístico em Espinosa

O grupo de ciclistas espinosenses Pedal e Ação não para de promover a prática esportiva sobre duas rodas na cidade de Espinosa e está promovendo mais um evento importante para a região do Norte de Minas e do Sudoeste da Bahia. Os amantes das bikes terão mais uma oportunidade de se divertir participando do 6º Mountain Bike de Espinosa, desta feita denominado de "Desafiando o Vale das Pedras". O evento ciclístico promovido pelo Pedal e Ação será realizado no dia 26 de novembro, um domingo. A concentração dos participantes se dará na Praça Geraldo Ramos de Oliveira, também conhecida como Praça da Meteorologia, a partir das 7 horas da manhã. 
No evento deste ano os promotores prometem aos participantes, além de camisa personalizada do evento, mais café da manhã, hidratação e frutas durante o percurso, almoço e troféus. O evento conta com o patrocínio de Zé Bike, Redenorte, Braciclo, Droga Nossa e Minas Poços e o apoio da Prefeitura Municipal e da Unopar, Loja do Vagno, Clinicor, Supermercado Miranda e Gemaq Irrigação.     
Não perca a oportunidade de participar de um evento que só traz benefícios à sua saúde mental e corporal. Maiores informações poderão ser colhidas nos telefones dos intrépidos realizadores: (38) 99143-5685 - Clienilton e (38) 99111-1048 - Zé Bike.
Um grande abraço espinosense.


segunda-feira, 6 de novembro de 2017

1853 - Apresentação de Guilherme Arantes em Montes Claros

Boas surpresas sempre são bem vindas. Procurava por algum evento interessante no último final de semana em Montes Claros e de repente, na última hora, tomei conhecimento de uma apresentação do músico, cantor e compositor Guilherme Arantes na cidade, exatamente no Shopping Montes Claros no sábado à noite. Que coisa boa! E totalmente gratuito ainda por cima, pois o show fazia parte da comemoração dos 20 anos do centro de compras montes-clarense. 
O paulistano Guilherme Arantes nasceu em 28 de julho de 1953. Em sua carreira pródiga em sucessos, conseguiu emplacar umas duas dezenas de canções suas em novelas, o que o fez tornar-se famoso como um exímio hitmaker. Artistas consagrados como Elis Regina, Maria Bethânia, Roberto Carlos, Gal Costa, Belchior, Nando Reis e Caetano Veloso gravaram suas músicas. Desde que me entendo por gente sou admirador das gostosas canções do Guilherme. Os discos guardados na estante de casa, inclusive os velhos LPs, atestam isso. Músicas como "Meu Mundo e Nada Mais", "Êxtase", "Planeta Água", "Muito Diferente", "Pedacinhos", "Amanhã" e "Brincar de Viver" estiveram sempre presentes na minha trajetória de vida. Mas "Um Dia, Um Adeus", entre tantas ótimas canções de Guilherme Arantes, é a minha preferida e a que mais me toca a alma, com seus lindos versos sobre a força indomável do amor.



O show foi bastante intimista, com o artista se apresentando sozinho com seus teclados, mostrando todo o seu domínio sobre os instrumentos e a sua indefectível técnica musical. Enquanto desfilava suas mais conhecidas criações para deleite dos espectadores espalhados pela praça central do shopping, o pianista como que ministrou uma aula aos presentes, comentando sobre tudo um pouco. Dissertou sobre a origem das suas músicas, sobre seus parceiros musicais, sobre os artistas que gravaram suas canções, sobre temas atuais como a Internet e a tecnologia, sobre religião, amor e até o Armagedom, sem esquecer da política e da falta de chuvas na nossa região. Sobre este último assunto, até brincou que estaria usando seus poderes de pajé para trazer muita chuva para Montes Claros e região.
Após pouco mais de uma hora de apresentação, Guilherme Arantes se despediu do público cantando os parabéns para a empresa promotora do evento, acredito deixando felizes aqueles que admiram o seu trabalho e a sua já longa trajetória na carreira musical recheada de inúmeros sucessos. Valeu e muito ter saído de casa para prestigiá-lo, ainda mais pelo fato de ter me encontrado com amigos locais, como o ex-colega Gessimar Gomes e sua namorada, e os conterrâneos Vilma, Renato Amarante e sua esposa e Luís Cláudio Cruz e sua família.
Um grande abraço espinosense.


sexta-feira, 3 de novembro de 2017

1852 - A música na história

Vivemos tempos conturbados. E neste cenário mundial desolador, onde o ódio e a intolerância parecem recrudescer perigosamente, mais do que nunca precisamos colocar em prática uma profunda reflexão. E nada como estudar a história com muita tranquilidade e atenção, pois a história sempre se repete, de forma avassaladora para o mal, sobretudo. E ninguém está imune a ela, não se iludam.
Para que tenhamos uma visão bastante representativa dos tempos passados com um mínimo de contentamento e amplidão, o vídeo publicado abaixo permite essa viagem pela história através das canções, verdadeiros hits de cada ano.
Esta sensacional jornada musical, que passa por acontecimentos primordiais no mundo inteiro, especialmente nos Estados Unidos da América, percorre os anos de 1840 a 2013, com as imagens que revelam momentos de paz e guerra, de conquistas e derrotas, de amor e ódio, de alegrias e tristezas. As muitas músicas no vídeo registradas só confirmam a minha abissal ignorância. Das mais antigas, conheço muito poucas, casos de "Oh, Susanna!" (Stephen C. Foster), "Wedding March" (Felix Mendelssohn), "The Blue Danube" (Johann Strauss II), "My Bonnie Lies Over the Ocean" (Charles E. Pratt), "Bolero" (Maurice Ravel), "Singing in the Rain" (Cliff Edwards and Annette Hanshaw), "Cheek to Cheek" (Fred Astaire), "Somewhere Over the Rainbow" (Judy Garland), "In the Mood" (Glenn Miller) e Unforgettable" (Nat King Cole).
No ano de 1955, como se vê no vídeo, surgiu o provocante e revolucionário Rock and Roll, alguns anos antes de eu pousar neste maravilhoso e injusto mundo. A música "Rock Around the Clock", de Bill Haley e His Comets, mudou tudo então. A partir daí eu começo a identificar canções que fazem parte da minha história pessoal e que me são especiais. Algumas delas: "Stand by Me" (Ben E. King), "She Loves You" (The Beatles), "I Want to Hold Your Hand" (The Beatles), "(I Can´t Get No) Satisfaction" (The Rolling Stones), "Strangers In the Night" (Frank Sinatra), "All You Need Is Love" (The Beatles), "Hey Jude" (The Beatles), "Gimme Shelter" (The Rolling Stones), "Let It Be"(The Beatles), "Imagine" (John Lennon), "American Pie" (Don McLean), "Hotel California" (Eagles), "Staying Alive" (Bee Gees), "Endless Love" (Lionel Richie and Diana Ross), "Billie Jean" (Michael Jackson), "We Are the World" (USA for Africa), "Sweet Child O´Mine" (Guns "N" Roses), "Black and White" (Michael Jackson) e "Smells Like Teen Spirit" (Nirvana). A partir de 1994 a música mudou e já não caiu mais no meu sensor de apreciação.
São 19 minutos e 31 segundos de um percurso profundo na história, nas transformações, nos acontecimentos e nas canções que mudaram o mundo. E essa viagem virtual vale cada segundo no enriquecimento da nossa cultura, nunca completamente rica.
Um grande abraço espinosense.





Este outro vídeo, bem mais longo e com uma quantidade bem maior de músicas, não mostra imagens da história, mas somente os compositores e intérpretes das canções. Neste, estão muito mais músicas que eu adoro.


quinta-feira, 2 de novembro de 2017

1851 - O Brasileirão dos goleiros

O futebol brasileiro sempre se destacou no cenário esportivo mundial pela incrível capacidade de gerar figuras geniais no trato com a bola. Craques espetaculares como Garrincha, Pelé, Didi, Ademir da Guia, Rivelino, Gérson, Tostão, Sócrates, Zico, Falcão, Reinaldo, Romário, Ronaldo, Ronaldinho Gaúcho e Neymar, entre tantos outros, sempre despertaram a atenção do país e do mundo inteiro. Normalmente, na disputa dos campeonatos brasileiros de futebol, eram os jogadores de meio-campo e ataque que atraíam a atenção da mídia e dos torcedores, sobretudo pelos muitos gols assinalados contra os adversários. Mas neste ano de 2017, a situação parece estar um pouco diferente. Mesmo com bons atacantes balançando as redes nas várias rodadas da maior competição nacional, eis que, surpreendentemente nesta temporada, os goleiros estão ganhando espaço e se tornando o centro das atenções. Com atuações espetaculares e uma excelente performance na defesa das penalidades máximas, os arqueiros brasileiros (e um paraguaio), estão em destaque na mídia e na boca dos apaixonados pelo futebol.


Desde a primeira rodada do Campeonato Brasileiro deste ano de 2017, os goleiros tem apresentado um desempenho excepcional, com atuações impecáveis. Na mais recente rodada do campeonato, a 31ª, o goleiro da Ponte Preta, o Aranha, teve um desempenho digno de aplausos na partida em que sua equipe venceu o líder Corinthians, com intervenções espetaculares. E não só ele. O goleiro Wilson, do Coritiba, teve uma atuação estupenda contra o Sport Recife, defendendo até duas cobranças de pênaltis do atacante adversário Diego Souza. Outros também vem se sobressaindo positivamente com defesas dificílimas e arrojadas, mostrando ao mundo a imensa evolução na preparação de goleiros no país. Entre tantos, estão em ótima fase de desempenho os goleiros Fábio, do Cruzeiro; Victor, do Atlético; Vanderlei, do Santos; Cássio, do Corinthians; Gatito Fernández, do Botafogo; Jean, do Bahia; Marcos, do Atlético-GO; Wilson, do Coritiba. Nesta edição do Brasileirão por exemplo, os goleiros Victor e Gatito Fernández já defenderam quatro cobranças de pênaltis. Vanderlei e Wilson defenderam outras três cada. 
É nítida a evolução dos arqueiros brasileiros, fato a ser comemorado. Sempre tivemos grandes goleiros na história, tais como Taffarel, Leão, Gilmar, Raul, Manga etc, mas no geral a capacidade técnica não se igualava à da atualidade. Hoje quase todos os goleiros titulares (e até alguns reservas) dos clubes da Série A estão em um nível de altíssima qualidade, imagino que nunca antes visto na história, com desempenhos formidáveis. 

    
Já entre os cobradores de pênalti, o destaque fica por conta do atacante do Fluminense, o Henrique Dourado, que mantém um excepcional aproveitamento de 100% nas cobranças. Ele converteu em gol todas as sete batidas de pênalti que realizou neste Brasileirão. Outro destaque é o lateral-esquerdo Fábio Santos, que também mantém os 100% de aproveitamento em quatro cobranças certeiras a favor do Atlético.


O levantamento feito e disponibilizado abaixo, mostra alguns dados do campeonato, dos cobradores de pênaltis e o excelente desempenho dos goleiros durante as 31 primeiras rodadas do Campeonato Brasileiro deste ano. Dos times mineiros, o goleiro do Cruzeiro, Fábio, ainda não realizou nenhuma defesa nas seis penalidades máximas marcadas contra seu clube, enquanto o atleticano Victor já defendeu quatro cobranças em oito pênaltis assinalados contra seu time. 
Um grande abraço espinosense. 

Pênaltis no Campeonato Brasileiro:
Ano  -  Marcados - Convertidos - Perdidos - Defendidos
2011 -       116                 85               31                  -
2012 -         88                 67               21                16
2013 -         80                 63               17                14
2014 -         81                 62               19                13
2015 -         93                 73               20                14
2016 -       103                 79               24                18
2017 -       104                 69               35                27





terça-feira, 31 de outubro de 2017

1850 - IV Feira do Artesanato em Espinosa

Mais um evento cultural será realizado em Espinosa, motivo de muita alegria e elogios. A partir das 19h30 do dia 3 de novembro próximo, sexta-feira, acontecerá mais uma Feira Artesanal na Praça Antonino Neves (Praça da Liberdade).
Como nas edições anteriores, haverá apresentação de música ao vivo com artistas locais, barraquinhas com comidas típicas e venda de produtos de artesanato. 
Aos espinosenses, um chamado. Não deixem de prestigiar essas iniciativas elogiáveis da administração municipal que favorecem a cultura municipal, os artistas, artesãos e cozinheiros locais e a própria comunidade.
Um grande abraço espinosense.



sábado, 28 de outubro de 2017

1849 - São Desidério e seus muitos encantos

Como o nosso país é lindo! Talvez muitos de vocês jamais ouviram falar de uma cidadezinha da Bahia de nome São Desidério. Pois é, nesta cidade de 33.661 habitantes (IBGE-2017) localizada no Oeste Baiano, a 87 km de Barreiras, sobram belezas naturais. Com seus 15.157.005 km², é o segundo maior município do estado, atrás apenas de Formosa do Rio Preto. A cidade é nova, com sua criação ocorrendo em 22 de fevereiro de 1962, quando se emancipou de Barreiras. O acesso a ela se dá pelas rodovias BR 242 (Salvador), BR 020 (Brasília) e BR 135 (Piauí). Salvador está a 869 km de distância e Brasília a 580 km. O município, que tem como cidades limítrofes Luís Eduardo Magalhães, Barreiras, Catolândia, Baianópolis, Santa Maria da Vitória e o estado do Tocantins, se destaca na produção agrícola, possuindo uma das mais ricas bacias hidrográficas do Brasil, com enorme potencial para o turismo. Na sua área central a atração maior fica por conta da barragem, que é ponto de encontro da população e excelente espaço para a prática de exercícios como uma boa caminhada em seu entorno. Lá existem nada menos que 146 grutas catalogadas, entre elas o Buraco do Inferno, com 4 km de extensão e uma depressão de cerca de 60 metros e 300 de diâmetro, nove sítios arqueológicos e cavernas com inscrições e pinturas rupestres. Lá está também o maior lago subterrâneo do Brasil, denominado Lago do Cruzeiro. A sua bacia hidrográfica é fantástica, com 24 rios perenes, entre estes, a nascente do Rio Grande, o principal afluente da margem esquerda do rio São Francisco. São estes os muitos rios do município: Rio São Desidério, Rio Grande, Rio das Fêmeas, Rio Roda Velha. Rio Galheirão, Rio Pratinha, Rio Pau do Óleo, Rio Veredinha, Rio Veredão, Rio Ribeirão dos Bois, Rio Cacheado, Rio Guará, Rio dos Porcos, Rio Gado Bravo, Rio Riacho do Mato, Rio Estiva, Rio João Rodrigues, Rio Triste e Feio, Rio Mosquito, Rio Fervedouro, Rio Riacho Galho Grande, Rio Porto Alegre, Rio Ribeirão Pindaíba e Rio Cabeceira Grande. Outra atração singular é o Sumidouro, espécie de piscina natural na qual a água sobe e desce num ritmo marcado pela própria Natureza, denominado sifão.


    
Os mais conhecidos atrativos naturais são a Gruta do Catão e a belíssima Lagoa Azul, que se localizam dentro do Parque Municipal da Lagoa Azul, criado em julho de 2005. A Gruta do Catão é uma enorme cavidade na montanha de mais de 10 metros de altura, com estalactites escamosas e um rio subterrâneo de águas límpidas. O nome homenageia Agostinho José de Lima Filho, conhecido como Catão, frequentador assíduo do lugar com os familiares e que em certo dia sentiu-se mal e ali mesmo morreu. Atualmente uma placa registra os anos de nascimento (19-12-1919) e morte do morador (17-07-1957). 



Ali perto fica a maravilhosa Lagoa Azul, parte de um rio subterrâneo e incrustada entre enormes paredões de rocha. A água cristalina em certos pontos pode chegar a 40 metros de profundidade. Ali naquele pedaço do paraíso de Natureza inteiramente preservada, ouvem-se apenas o cantar dos pássaros e o barulho dos bichos e do vento. É chegar ali, se encantar com a beleza ímpar do lugar e ter a vontade de ficar ali por horas e horas só contemplando a beleza magnífica da Natureza.



O Parque Municipal da Lagoa Azul foi criado para funcionar como uma unidade de conservação de proteção integral ao ecossistemas da região, abrangendo 16 hectares. A sua estrutura de acolhimento e apoio aos turistas fica a 17 km da cidade, alcançada através da estrada que liga São Desidério a Correntina, este percurso em estrada de terra de bom estado de conservação. Nas trilhas na mata existem placas identificando os locais e as árvores nativas ali existentes.



É visualizando cenários assim tão fascinantes que a gente confirma a nossa pequenez e a necessidade de agradecermos aos céus a divina oportunidade de poder estar vivo e poder apreciá-las. 
Um grande abraço espinosense.


quarta-feira, 25 de outubro de 2017

1848 - 120 anos de Belo Horizonte

Ela é a atual capital do nosso estado, Minas Gerais, e está perto de comemorar seus 120 anos de existência. Foi idealizada e projetada para isso em 1893, quando se percebeu que a então capital, Ouro Preto, não mais comportaria o crescimento próprio de uma capital administrativa do estado. O planejamento urbano para sua construção ficou sob a responsabilidade do chefe da Comissão de Construção da Nova Capital, o engenheiro Aarão Reis. Assim, o pequeno Arraial Curral del Rei, fundado em 1701 pelo bandeirante João Leite da Silva Ortiz e que passou a ser chamado de Cidade de Minas em 1897, tornou-se a cidade de Belo Horizonte, em 1901.

Brasão da cidade

Mapa do planejamento da cidade

Dia da inauguração da cidade

Praça Sete de Setembro antigamente
Daquela época, apenas a sede da Fazenda do Leitão, hoje o Museu Histórico Abílio Barreto, onde moravam o Sr. Cândido Lúcio da Silveira e sua esposa Dona Rita Maria, guarda a memória dos primeiros tempos da cidade, ainda preservada. Durante as décadas posteriores, a cidade de Belo Horizonte experimentou um enorme crescimento, indo além das fronteiras delimitadas na Avenida do Contorno, onde moram hoje apenas 3% da população da capital. Sobretudo nos anos 40, a cidade teve grande transformação no seu panorama, na dinâmica administração do então prefeito Juscelino Kubitschek, com a implantação de vários projetos assinados pelo arquiteto Oscar Niemeyer, entre eles o Complexo Arquitetônico da Pampulha.
É esta cidade maravilhosa, berço dos clubes de futebol América, Atlético e Cruzeiro, dos grupos de teatro Galpão e Giramundo e de inúmeros artistas de renome, tais quais Vander Lee e Lô Borges; que completará seus 120 anos de vida no próximo dia 12 de dezembro.





Belo Horizonte é uma cidade linda e acolhedora, sem mar, é verdade, mas repleta de verde e de barzinhos os mais diversos e aconchegantes. Andar pelas entranhas de Belo Horizonte é uma viagem deveras aprazível. São ruas bem arborizadas, são parques propícios para apreciar a Natureza, são museus recheados de belas artes, são lugares interessantíssimos para passear e se divertir, são bares e mais bares para se descontrair, enfim, uma cidade de belo e maravilhoso horizonte social e cultural.   





Mesmo sem conhecê-la profundamente como gostaria, eu tenho por ela um carinho imenso. Há pouco tempo, tive a grata satisfação de visitá-la novamente. E mais satisfação ainda ao reencontrar grandes amigos que nos acolheram com a maior atenção e gentileza possíveis. A alegria e o prazer de conviver por alguns agradabilíssimos momentos com os meus queridos amigos José Carlos Sepúlveda, o Mangabinha, Ivone Ladeia, a Cotinha, e seu filho Víctor, não tem preço. Fica aqui registrado o sincero agradecimento a eles pela maravilhosa acolhida que nos foi presenteada. Que Deus os abençoe!  
Um grande abraço espinosense.